- Postado em 18-02-2016

Sábado é o Dia D na campanha de vacinação infantil contra o sarampo

Com cobertura de quase metade do público alvo, até o momento o Estado de São Paulo já aplicou mais de 1 mi de doses de sarampo e 1,1 mi de doses contra poliomielite
 

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo realiza neste sábado, 22 de novembro, um novo "Dia D" da campanha de vacinação contra o sarampo e a poliomielite (paralisia infantil).

Até o momento, foram aplicados mais de um milhão de doses da vacina contra o sarampo e mais de 1,1 milhão de doses contra a pólio, alcançando uma cobertura de quase metade do público-alvo da campanha no Estado de São Paulo.

Nesta edição, a Secretaria pretende imunizar 2,1 milhões de crianças contra o sarampo, com idades entre 1 ano e menores de 5 anos, e 2,4 milhões de crianças contra a poliomielite, com faixa etária entre seis meses e menores de 5 anos. Os números correspondem a meta de cobertura de 95% dos públicos-alvo da campanha.

São Paulo não registra nenhum caso de paralisia infantil desde 1988. Entretanto, a doença ainda é registrada nos continentes africano e asiático, sobretudo nos países Afeganistão, Nigéria e Paquistão. Somente até setembro desse ano, foram 149 casos registrados nessas localidades.

Com relação ao sarampo, São Paulo não tem nenhum caso autóctone (com transmissão direta em território estadual) desde 2000. Nesse ano há o registro de 7 casos importados da doença no Estado. No Brasil, somente até outubro desse ano, há 514 casos confirmados, com concentração de incidência no Ceará.

A vacinação é a forma mais eficaz para a prevenção contra o sarampo e a poliomielite. Por isso, é importante que pais e responsáveis levem as crianças em uma unidade básica de saúde mais próxima de sua residência nesse sábado, afirma Helena Sato, diretora de imunização da Secretaria.

A campanha de vacinação contra sarampo e paralisia infantil acontecerá em todo o Estado até o dia 28 de novembro.